top of page

GRAUS FILOSÓFICOS

OS GRAUS DO RITO ADONHIRAMITA OU MAÇONARIA ADONHIRAMITA

 

O Rito Adonhiramita

 

O Rito Adonhiramita é um sistema maçônico que enfatiza o estudo e a reflexão individual. Os maçons adonhiramitas são incentivados a estudar e pesquisar a evolução humana por conta própria, refletir sobre os ensinamentos recebidos e a desenvolver seu próprio entendimento da Ordem. O aprendizado filosófico ocorre nos Altos Corpos, que são organizações maçônicas que trabalham nos graus superiores do Rito Adonhiramita. Eles são responsáveis pelos ensinamentos filosóficos da Arte Real. Esses ensinamentos são baseados na moral, na ética e na espiritualidade e na evolução da espécie humana. O aprendizado nos Graus Filosóficos é feito através de estudos, debates pesquisa e reflexões. Os maçons Adonhiramitas são incentivados a estudar os ensinamentos dos graus superiores e a refletir sobre os seus significados. 


​O objetivo da Maçonaria Adonhiramita é ajudar os maçons a se tornarem melhores cidadãos e melhores seres humanos. Os maçons devem aprender a serem conscientes, disciplinados e cumpridores de seus deveres. Eles  aprendem a serem Pedras Polidas para a construção do templo ideal para Humanidade.

​Existem várias razões pelas quais os maçons devem dar continuidade a sua vida maçônica e não parar no simbolismo ao atingir o sonhado terceiro grau:


1)    ​A primeira razão é que a maçonaria é uma jornada de aprendizado e crescimento pessoal. Os graus simbólicos são apenas o início dessa jornada. Os Graus Filosóficos do Rito Adonhiramita oferecem aos maçons a oportunidade de aprender mais sobre a história, a filosofia e a simbologia da maçonaria. Eles também oferecem aos maçons a oportunidade de desenvolver suas habilidades de pensamento crítico, liderança e serviço.

2)    A segunda razão é que a maçonaria é uma fraternidade. Os maçons são Amados  Irmãos que compartilham o compromisso com os princípios de liberdade, igualdade e fraternidade. A Maçonaria sendo uma Ordem Universal oferece a seus membros a oportunidade de se conectar um com os outros em todo orbe. Também oferece aos maçons a oportunidade de servir à Ordem e à Humanidade;

3)    A terceira razão é que a Maçonaria Adonhiramita é uma força para o bem no mundo. Os maçons são chamados a serem cidadãos ativos e responsáveis. Os Ritos Adonhiramita com seu compêndio de graus oferecem aos maçons a oportunidade de refletir sobre seu papel no mundo e de tomar medidas para tornar o mundo um lugar melhor. São alguns dos benefícios para o maçom continuar a estudar e a pesquisar nos Altos Graus:

a)      Aumento do conhecimento e da compreensão: Os Graus Filosóficos oferecem aos maçons a oportunidade de aprender mais sobre a história, a filosofia e a simbologia Maçônica. Isso pode levar a um aumento do conhecimento e da compreensão do mundo ao seu redor;

b)      Desenvolvimento pessoal: Os Graus Filosóficos podem ajudar os maçons a desenvolver suas habilidades de pensamento crítico, liderança e serviço. Isso pode levar a um crescimento pessoal e profissional;

c)      Crescimento espiritual: Os Graus Filosóficos podem ajudar os maçons a encontrar um sentido e um propósito em suas vidas. Isso pode levar a um crescimento espiritual e a uma vida mais plena.

​É claro que cada maçom deve decidir por si mesmo se desejam dar continuidade no estudo seja nos graus simbólicos ou filosóficos. No entanto, os benefícios de dar continuidade são significativos e que todos deveriam considerar essa possibilidade.


​Os graus do Rito Adonhiramita são duas partes importantes da Ordem Maçônica. Os Graus Simbólicos fornecem uma introdução aos ensinamentos e símbolos, enquanto os Graus Filosóficos exploram temas mais complexos. Dar continuidade à vida maçônica e não parar no simbolismo pode oferecer ao maçom várias vantagens, como o aumento do conhecimento e da compreensão, o desenvolvimento pessoal e o crescimento espiritual.

O incentivo ao estudo da maçonaria, em especial do Rito Adonhiramita, é uma forma de garantir que nós maçons continuemos a aprender e a crescer. O estudo e a pesquisa são essenciais para que possamos compreender os ensinamentos da Arte Real dos Pedreiros Livres e aplicar esses ensinamentos em nossas vidas.

A Reforma do Rito Adonhiramita

O Rito Adonhiramita foi criado por Louis Antoine Travenol em 1738 com três graus simbólicos, com sua publicação oficial em 1740. Guillermain de Saint-Victor em 1781 reorganizou o Rito Adonhiramita em 12 graus (1781), extraídos da genuína maçonaria especulativa, tendo como base, o Rito de Heredon ou Perfeição, sendo este, reformado pelo Barão de Tshoudy (1762-1765) quando da sua associação a Pilert. Apenso a Compilação Preciosa da Maçonaria Adonhiramita, existia um 13º Grau incluído por Saint-Victor a título de informação ou curiosidade dos leitores, não fazendo parte do compêndio. ​O Rito Adonhiramita foi reorganizado em 1873 em 33 Graus pelo "Muito Poderoso e Sublime Grande Capítulo dos Cavaleiros Noaquitas para o Brasil", atual Excelso Conselho da Maçonaria Adonhiramita.


A Estrutura do Rito Adonhiramita

Primeira Classe

Grau 1 – Aprendiz Maçom

Grau 2 – Companheiro Maçom

Grau 3 – Mestre Maçom

Segunda Classe

Grau 4 – Mestre Secreto (Iniciático)

Grau 5 – Mestre Perfeito (Comunicação)

Grau 6 – Preboste e Juiz (Comunicação)

Grau 7 – Primeiro Eleito ou Eleito dos Nove (Iniciático)

Grau 8 – Segundo Eleito ou Eleito Perignan (Comunicação)

Grau 9 – Terceiro Eleito ou Eleito dos Quinze (Comunicação)

Grau 10 – Aprendiz Escocês ou pequeno Arquiteto (Comunicação)

Grau 11 – Companheiro Escocês ou Grão Mestre Arquiteto (Comunicação)

Grau 12 – Mestre Escocês ou Grão-Mestre Arquiteto (Iniciático)

Grau 13 – Cavaleiro do Real Arco (Comunicação)

Grau 14 – Grande Eleito ou Perfeito e Sublime Maçom (Iniciático)

Terceira Classe​

Grau 15 – Cavaleiro do Oriente, da Espada ou da Águia (Iniciático)

Grau 16 – Príncipe de Jerusalém (Comunicação)

Grau 17 – Cavaleiro do Oriente e do Ocidente (Comunicação)

Grau 18 – Cavaleiro Rosa-Cruz (Iniciático)

Quarta Classe

Grau 19 – Grande Pontífice ou Sublime Escocês (Comunicação)

Grau 20 – Venerável Mestre das Lojas Regulares ou Mestre Ad Vitam (Comunicação)

Grau 21 – Cavaleiro Noaquita ou Cavaleiro Prussiano (Iniciático)

Quinta Classe

Grau 22 – Cavaleiro do Real Machado ou Príncipe do Líbano (Iniciático)

Grau 23 – Chefe do Tabernáculo (Comunicação)

Grau 24 – Príncipe do Tabernáculo (Comunicação)

Grau 25 – Cavaleiro da Serpente de Bronze (Comunicação)

Grau 26 – Príncipe da Mercê ou Escocês Trinitário (Comunicação)

Grau 27 – Grande Comendador do Templo (Comunicação)

Grau 28 – Cavaleiro do Sol ou Príncipe Adepto (Comunicação)

Grau 29 – Cavaleiro de Santo André (Iniciático)

Grau 30 – Cavaleiro Kadosch (Iniciático)

Sexta Classe

Grau 31 – Sublime Iniciado e Grande Preceptor (Iniciático)

Grau 32 – Prelado Corregedor e Ouvidor Geral (Iniciático)

Sétima Classe

Grau 33 – Patriarca Inspetor-Geral (Iniciático)



Graus Filosoficos do Rito Adonhiramita
Graus Filosóficos

תגובות


bottom of page